Platinum Games libera novas informações de Scalebound


Durante o livestream de divulgação de Crackdown, o diretor Hideki Kamiya, o produtor executivo Atsushi Inaba e do produtor criativo, Jean-Pierre Kellams falaram um pouco mais sobre Scalebound, o aguardado título exclusivo para o Xbox One e que chegará ao console no final de 2016. A equipe da Platinum Games também falou de outras coisas, que nos fazem conhecer um pouco mais das mentes criativas por detrás desse tão esperado título.
Saiba os pontos mais importantes abordados por Kamiya e cia:
  • Kamiya ama dragões e dinossauros. A Platinum Games possuía o projeto de um jogo com dinossauros, mas logo após ser iniciado, ele foi cancelado. Depois atualizaram o projeto para dragões e assim nasceu Scalebound.
  • Scalebound não é como Bayonetta em que você vive ou morre em um único instante e onde o jogador depende muito do seu timing,Scalebound é um pouco mais cerebral. A ideia é fazer combos e coisas impressionantes com seu dragão e trabalhar em equipe. A sensação de loucura virá da combinação perfeita que você faz com o seu dragão.
  • Kamiya quer que os jogadores sintam que nunca estarão lutando sozinhos, então não importa se coisas boas ou ruins estejam acontecendo, você sempre tem o seu dragão ao lado para te apoiar e dar suporte.
  • O nome Scalebound tem um significado: o jogo tem uma escala enorme, e os dragões também têm escamas, por isso “Scale” (Escama, Escala) foi uma palavra-chave para a equipe. “Bound” (Limite) também pode se referir a jornada de Drew e aos relacionamentos. Se você pensar sobre todos os significados que essas duas palavras podem gerar juntas, já pode ter uma boa ideia para todas as coisas que acontecerão em Scalebound em termos de jogabilidade e história.
  • Transformer favorito de Kamiya é Optimus Prime.
  • Kamiya nunca jogou Monster Hunter, portanto, qualquer semelhança é mera coincidência.
  • Dos jogos modernos o favorito de Kamiya não é um jogo da Platinum, é Forza Horizon 2.
  • Quando Platinum Games cria jogos, os designers continuam trabalhando cada vez mais duro pra fazer as coisas continuarem indo em frente, enquanto os produtores tendem a tentar tornar as coisas cada vez mais fáceis, assim um bom ponto de balanceamento é normalmente criado combinando esses dois pontos de vista.
  • Kamiya decidiu fazer jogos simplesmente porque ele os ama. Inaba decidiu quando ele era criança, e o mesmo vale para JP Kellams, quando ele tinha cinco ou seis anos.
  • Kamiya é um grande fã da primeira série Gundam, de Go Nagai’s Majinger e Getter Robot. Segundo ele, se a Platinum Games fizer um jogoGundam, será espetacular.
Share on Google Plus

About Erasmo Jaspion

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário