Kinect Sports Rivals - Análise

Quando o Kinect Sports foi lançado ao Xbox 360 nós recebemos uma nova oportunidade de se divertir com jogos de esporte, sem ao menos utilizarmos um controle, a não ser nosso próprio corpo. Além disso, foi um jogo que trouxe não só o jogador, mas também a família e os amigos para competirem juntos na sala de estar. Agora temos o lançamento de Kinect Sports Rivals para o Xbox One que pretende repetir o mesmo impacto, mas agora na nova geração de consoles.

A ideia é praticamente a mesma, mas tudo em um ambiente totalmente novo e remodelado como alguns já puderam experimentar na versão Preseason, onde agora o Kinect 2.0 chega para melhorar ainda mais a experiência que já conhecemos muito bem no Xbox 360.

Temos de volta em Rivals os jogos de tênis (similar ao tênis de mesa), boliche e o futebol, ambos totalmente reestruturados com movimentos mais precisos e avançados. Além desses esportes temos também a escalada, tiro ao alvo e corridas aquáticas.

No início temos um breve momento ao lado de um aplicativo desenhado para escanear o jogador antes de dar início as partidas, criando assim reproduções virtuais perfeitas de cada participante. Após esse passo olhamos para a nossa própria cópia virtual apresentada em grande forma e com muitos músculos, devo admitir, afinal, estamos em um jogo de esporte.

Após a criação de nosso atleta, temos mais alguns minutos de um tutorial básico, onde também podemos escolher uma equipe para se juntar e começar a competir. Conforme vamos progredindo no jogo, ganhamos moedas virtuais que servem para comprar novas roupas e equipamentos para melhorarmos nosso desempenho.

Tudo acontece em uma ilha, que possui detalhes incríveis e um visual fantástico em comparação ao primeiro título para o Xbox 360. Aqui cada esporte traz seus ambientes coloridos e projetados para uma imersão total, seja dos próprios jogadores, ou para quem está de fora assistindo sua partida. Mas a grande evolução aqui não é apenas gráfica, mas sim na utilização do novo Kinect.

Cada modalidade oferece uma jogabilidade única e completamente reconhecível. No tênis, por exemplo, temos que movimentar nossos braços imitando realmente um jogador profissional, onde a força e precisão de nossas tacadas aliado a um simples movimento com o pulso pode mudar toda a trajetória da bola, influenciando totalmente na recepção do adversário.

Apesar dessa adição fantástica e totalmente realista, ainda encontramos problemas com o Kinect. Caso a sala esteja muito cheia é comum ele tentar registrar alguém perto demais do jogador e ocasionar movimentos fantasmas.

Entre as novas modalidades (corridas aquáticas, tiro ao alvo e escalada) ambas não oferecem uma imersão tão realista como as demais e são até um pouco cansativas e muito repetitivas. O tiro ao alvo é o mais fraco na minha opinião, porém pode ser uma modalidade que não me agrade muito, mas satisfaça outros tipos de jogadores. Em um jogo como este, com diversos eventos, cada um terá o seu preferido.

Nas corridas aquáticas controlamos um jet ski, fechando nossa mão para acelerar e abrindo para interromper a aceleração. Já na escalada podemos escolher diferentes rotas e executar grandes saltos de um ponto ao outro e até mesmo pegar nos tornozelos de nossos adversários se quisermos trapacear. Por último no tiro ao alvo, temos que apontar nossa mão para a tela e acertar os alvos que surgem ao longo do tempo.

No entanto, todos os esportes podem ser ainda mais divertidos quando a jogatina passa para o modo multiplayer, seja em tela dividida, ou online. Ambas são extremamente competitivas e apenas os mais habilidosos, rápidos e precisos irão levar a melhor.

Kinect Sports Rivals chega mais uma vez para mostrar do que o novo Kinect é capaz. Oferece seis modalidades que vão agradar a uma ampla faixa de jogadores. Ainda ocorrem alguns problemas técnicos que talvez possam ser corrigidos com uma atualização, mas independente disso, é um jogo altamente recomendado garantindo diversão não só para o jogador, mas para toda a família.
Share on Google Plus

About Erasmo Jaspion

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário