Controles: Xbox 360 vs PS3

Todo gamer tem suas preferencias para jogos e para joga-los. Muitos escolher o mouse e o teclado. Mas e os controles? Tenho que dizer que são muito bons, também, para jogar, exceto para jogos como shooters e MMO/RPG, em que o jogador precisa de precisão e de muitos atalhos para magias e habilidades.

Entre tanto, vou descrever os controles, e comparar o controle do Xbox 360 e do PS3 em algumas categorias, principalmente, de acordo com minhas experiências e de alguns colegas.

Vou começar falando do menos importante: A aparência. Se virmos os controles lado a lado, veremos que visualmente o controle do Xbox 360 é mais bonito e tem uma cara de um objeto mais solido, uma peça única e mais arredondada. O controle do PS3 é mais simétrico, mas parece que são peças encaixadas e colocadas uma na outra.

Sobre a ergonomia com a mão do jogador (pelo menos com a minha), o controle do Xbox 360 se encaixa melhor na minha mão, consigo alcançar todos os botões e é confortável. No do PS3, não tenho problemas em alcançar os botões, mas não consigo segurar o controle com todos os dedos, o dedinho fica sobrando, e isso incomoda um pouco.

Vamos nos aprofundar um pouco mais. No meu ponto de vista, os controles são criados a partir do analógico esquerdo (movimentação do personagem) e os botões que ficam do lado direito do controle (ações principais do jogo), pois as principais funções dos jogos estão no analógico esquerdo e nos botes na direita. Ou seja, o analógico esquerdo e os botões na direita tem que estar na região de conforto dos dedões no controle (dedões relaxados). Então, pensando dessa forma e usando os dois controles, acredito que o PS3 colocou o analógico esquerdo não na posição de conforto, mas sim o D-pad ou as “setas” que estão nessa zona de conforto, entre tanto, não afeta muito na jogabilidade. Mas se observarmos o controle do Xbox 360, o analógico esquerdo esta na posição de conforto, e isso deixa a experiência de jogar mais confortável.

Vamos, agora, entrar no conceito dos botões nos controles. Nos dois consoles, os botões dos controles tem a mesma posição, que é algo bom, pois assim os jogadores poderão jogar nos dois consoles com facilidade. Entre tanto, o Xbox 360 tem botões mais bonito visualmente e o botão “triguer” ou gatilho (RT ou R2) tem mais aparência de gatilho se comparado com o do PS3, obviamente criado para os jogos shooters, mas o do PS3 parece ser mais controlável, mais fácil de regular a pressão aplicada sobre. E o D-pad? O do PS3 é bem simples e funcional, mas tenho minhas dificuldades com o do Xbox 360, pois ele parece mais um analógico plano, por ser tudo junto e não ser botões diferentes, sendo assim, às vezes quando aperto em uma direção sem querer aperto outra direção ao mesmo tempo, atrapalhando a jogabilidade. Agora, sobre os outros botões (R1, L1, X, O, Quadrado, Triângulo ou RB, LB, A, B, X, Y), não tenho muito que descrever, todos funcionam fácil e estão muito bem localizados, fáceis de usar e achar.

Por fim, não mais descrevendo o design, ergonomia e funcionamento, vamos entrar no assunto das baterias. Infelizmente não tenho certeza de quanto tempo duram as baterias do PS3 e do Xbox 360 para comparar o tempo de cada, além de que o do Xbox 360 é preciso comprar pilhas AA, que já é um custo que ninguém quer a mais. Por isso, nesse quesito de baterias o PS3 é muito mais avançado.

Após uma longa descrição dos dois controles, minha preferência vai para o do Xbox 360, pois ele evoluiu muito se compararmos com o controle do Xbox. E enquanto o do PS3 continuou sempre com o mesmo design desde o PS1, incrementando muito pouco com o passar dos anos (e isso me intriga, será que é para cortar custos? Ou será que é pela “tradição”?), seja o que for os motivos, prefiro um produto que evolua e seja adaptado ao jogador, e não o jogador se adaptar ao produto.

Autor: Fauzi Abdala
Share on Google Plus

About Erasmo Jaspion

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário